O Povo News

Diniz divide "culpa" com o grupo e diz que Fluminense mereceu a final: "Tivemos coragem"

Fluminense vence de virada por 2 a 1 e volta a uma decisão continental 15 anos depois. Final será no Maracanã dia 4 de novembro

Foi emocionante. De testar todos os corações tricolores dentro e fora do Beira-Rio. Mas o Fluminense está de volta a uma final da Libertadores. Quinze anos depois, volta ao Maracanã, depois de virada espetacular contra o Internacional na reta final da partida, em Porto Alegre.

A vitória por 2 a 1 sobre o Internacional – gols de John Kennedy com passe de Cano e de Cano com passe de John Kennedy, com Mercado abrindo o placar – classificou o “time de guerreiros” para a decisão marcada para o dia 4 de novembro, no Maracanã. O Tricolor espera o vencedor entre Palmeiras e Boca Juniors, que se enfrentam nesta quinta-feira, em São Paulo.

É o sonho que todo mundo fala. É o sonho de conseguir o máximo que possamos conseguir juntos. Sonhamos juntos. Vamos continuar sonhando – disse Diniz, na coletiva de imprensa.

Na entrevista coletiva, o treinador do Fluminense, Fernando Diniz, falou da classificação e brincou com a frase de Marcelo. Ainda no campo, o lateral-esquerdo disse que a “culpa é do Diniz”.

Agradeço as palavras do Marcelo, mas a classificação teve muitos culpados. Os jogadores foram brilhantes durante todo o campeonato. Especialmente nos jogos que tivemos um a menos, como contra o Argentinos Juniors. Na semana passada contra o Internacional. Eles mostraram a grandeza. Aqui hoje também. Tivemos dificuldades, saímos perdendo num gol de bola parada, tivemos coragem. Foi uma vitória extremamente justa, da união, da coragem. Vitória da convivência. Um time que sabe viver junto. É um time de grandes campeões, de grandes homens. Não é um time de senior. É um time de grandes homens. O Inter tem um grande técnico, grande time, grande torcida. Na final, vamos ter 50% de chances como o nosso adversário. Como Boca Juniors ou Palmeiras. Claro que jogar no seu estádio ajuda, mas não determina. Mostramos isso no Beira-Rio. Vamos curtir, mas não muito porque domingo tem clássico – disse o técnico do Fluminense.

Vamos corrigir erros táticos e técnicos, erramos mais do que devíamos. O comportamento de gana, de vencer o jogo, de representar essa torcida, é o nosso trunfo – afirmou Fernando Diniz.

 

Compartilhe nas redes sociais:

Leia mais

Armas de caça capturadas
Ladrões Cidade Historica
Indigena Caraíva
Mucuri
Nova Viçosa
20240229_101412
20240229_124054
ameacando-parlamentares-780x470
INFOCHPDPICT000073512255
Jeronimo_Rodrigues_Revista_Nova_Bahia
20240228_091611
rs42268_gp0stts2p_pressmedia-lpr