O Povo News

Qual a origem do Dia da Mentira?

Metade do século XVI. Tem relação com uma mudança de calendário que aconteceu na França Dia da Mentira historiadores, no entanto, apontam que o surgimento do . Alguns a Antiguidade para o Dia da Mentira, uma vez que costumes como os desse dia são comuns na história humana e presentes desde Não existe uma origem certa. O Dia da Mentira, tradicionalmente celebrado em 1º de abril, é marcado pela realização de brincadeiras cujo intuito é enganar outras pessoas.

Essa mudança aconteceu porque existia alguns debates na França acerca da necessidade de atualização do calendário do país. Até então, era utilizado o calendário juliano, que ficou defasado por sua imprecisão. Junto desses debates, surgiu a possibilidade de se alterar a data do Ano-Novo francês.

Isso porque era bastante tradicional que o Ano-Novo fosse celebrado na França em 25 de março, quando se inicia a primavera, e a estação é tida como de renovação de ciclo. Era comum que as celebrações se estendessem até o dia 1º de abril, mas o rei francês decidiu alterar a celebração para 1º de janeiro.

A proposta conhecida como Édito de Roussillon foi apresentada ao Parlamento pelo rei Carlos IX e foi aprovada, tendo como objetivo padronizar a celebração do Ano-Novo na França. O édito é de 1564, mas sua aplicação só se iniciou em 1567. De toda forma, essa medida desagradou a uma parte da população francesa, e muitos seguiram celebrando o Ano-Novo entre 25 de março e 1º de abril.

As pessoas que mantiveram a celebração do Ano-Novo entre o fim de março e abril passaram a ser conhecidas como poisson d’avril (tolos de abril). Muitos historiadores acreditam que, a partir dessa zombaria, foi que se estabeleceu o costume do Dia da Mentira.

Uma das formas de zombaria contra os “tolos de abril” era o costume de convidá-los para festas de Ano-Novo em 1º de abril, mas, quando eles chegavam ao local, percebiam que nenhuma festa ia acontecer e que eles haviam sido enganados.

Dia da Mentira no Brasil

Acredita-se que o costume de celebrar o Dia da Mentira se estabeleceu no Brasil a partir de 1828. Em 1º de abril desse ano, um jornal mineiro chamado A Mentira teria publicado a notícia falsa sobre a morte de d. Pedro I, então imperador do Brasil. A prática se consolidou no país e atualmente é um dia para fazer brincadeiras descontraídas entre amigos.

Mentiras famosas contadas no dia 1º de abril

Entre as mentiras mais famosas e contadas no dia 1º de abril para enganar as pessoas em brincadeiras, estão:

  • Em 1957, um programa da BBC anunciou que camponeses italianos estariam cultivando espaguete, enganando muitos espectadores que acharam ser possível cultivar espaguete.
  • Em 1977, o jornal britânico The Guardianpublicou um especial sobre um país falso: as Ilhas San Serriffe.
  • Uma rede de fast food norte-americana enganou milhares de clientes ao afirmar que teria comprado o Liberty Bell, um símbolo da independência dos EUA.
  • Em 1992, um humorista norte-americano se passou por Richard Nixon em um programa de rádio, anunciando que se candidataria à presidência dos EUA. Milhares de ouvintes foram enganados.
  • O Dia da Mentira é uma data comemorativa informal celebrada no 1º de abril.
  • É marcado por brincadeiras que têm como objetivo enganar outras pessoas.
  • Os historiadores não sabem exatamente a origem desse dia, mas atribuem que ele tem relação com uma mudança de calendário na França do século XVI.
  • No Brasil, a prática do Dia da Mentira ocorreu pela primeira vez em 1828.

Compartilhe nas redes sociais:

Leia mais

Elon-Musk-e-Moraes
FHDSHDSHH
documentos-fdr-1
ccccccc
Xh2Xanz3yUKU945xiqMkn3qHnySBN05Qi5H46CfW
IMG_5791
285736_widelg_widelg
istockphoto-168614830-612x612
líderes-g20
conta-de-luz-fdr-19
1_20191217_04476-7097462
20240411_083923