O Povo News

Protetores de animais recebem denúncias de agressão de animais no Canta Galo

Franedir Gois/OpovoNews

Na tarde de quinta-feira, 21 de setembro uma equipe de protetores de animais representada por: Cabo Alencar, 87ª CIPM, Beto Gomes, Cleidson Barra, Cristhiane Ferreguetti (Ong Nossa Arca), Célia Simões (Associação de Protetores Independentes) e Franedir Gois, representando a imprensa local. Essa equipe esteve na comunidade 3 de agosto, distrito de Canta Galo, município de Alcobaça, por conta de uma denúncia anônima contra Altair José Alves, supostamente judiava de animais em sua residência.
A visita foi realizada e os protetores observaram que alguns animais precisavam de um melhor tratamento. Havia um cão que estava com a corrente pequena, que impedia a mobilidade do animal. Os protetores orientaram sobre os cuidados e alimentação e deixaram um saco de ração para cachorro, algo que deixou o acusado feliz.
O policial que acompanhou a equipe, o cabo PM Alencar, abordou Altair, pediu os documentos e fará avaliação, para saber como está a ficha do denunciado. Célia Simões, da Associação de Protetores Independentes fez um alerta para aqueles que maltratam animais, advertindo que os vizinhos denunciam quando tais práticas acontecem. “Essa denuncia que tivemos hoje foi verificada e continuaremos acompanhando o caso. Quero alertar para que as pessoas fiquem atentas e agradecemos a todos que fazem as denúncias, sejam vizinhos ou qualquer pessoa”. Disse.
Pena para quem maltrata animais:
No Brasil, maltratar animais de qualquer espécie é considerado CRIME AMBIENTAL, segundo prevê o art. 32 da Lei nº 9.605, de1998, com pena de detenção de três meses a um ano e multa.
Além da violência física, são considerados maus tratos contra os animais: o abandono em via pública; mantê-lo permanentemente acorrentado; não abrigar do sol e da chuva; mantê-lo em local pequeno, não higiênico e/ou sem ventilação adequada; não alimentar diariamente; negar assistência ao ferido; obrigar o animal a trabalho excessivo, etc.
Uma observação final é que se deve ter certeza de que há uma agressão, não basta apenas desconfiar de que alguém está judiando de um bichinho, uma vez que denunciar falso crime também tem implicações.
Apesar da pena contra esse crime seja muito branda, é extremamente importante que os responsáveis pelos maus tratos sejam responsabilizados para que passem a ter antecedentes criminais e para servirem de exemplos aos que acham que nada acontecerá contra quem mal trata animais. Não tenham medo de denunciar e fazer valer a lei!

Compartilhe nas redes sociais:

Leia mais

1_celia_e_sonia-35216099
mendonca
Lula-PPA-19-04-23-848x477
LPG_Bahia_27-09-23
images
lula-960x640
maxresdefault
84875474-e422-45a1-b240-8b5a15bcba55_971x666
Dengue-750x400
shutterstock_2188298169
170871393565d8e7cf60994_1708713935_1x1_md
exercito-3