O Povo News

Popularidade e favoritismo de Juliette se traduzem em recorde de seguidores nas redes sociais

A popularidade, o carisma e o favoritismo da advogada e maquiadora Juliette Freire, de 31 anos, a grande estrela do Big Brother Brasil 21, se expressam nos números de suas redes sociais, que não param de crescer. Ela é a participante que mais despontou em número de seguidores estando ainda confinada no BBB em toda a história do programa, tirando o recorde que era de Rafa Kalimann, do BBB 20. Juliette agora é a terceira integrante do reality mais seguida na plataforma, atrás apenas das ex-participantes Grazi Massafera, do BBB 5, e Sabrina Sato, do BBB 3.

Ela saltou de modestos pouco mais de 3 mil seguidores no Instagram para volumosos 23 milhões após a entrada no programa. De acordo com dados da Spark, empresa especializada em marketing de influência, a advogada e maquiadora teve aumento de 2.736% na primeira semana de confinamento e, antes que o primeiro mês se completasse, somava quase 4 milhões de fãs em todas as redes sociais.

Juliette conta com um exército aplicado de defensores nas redes sociais e mobiliza uma verdadeira legião de fãs, autodenominados “Cactos”, que não medem esforços para defendê-la de qualquer acusação.

Como novo fenômeno das redes sociais, Juliette deve lucrar muito com a sua exposição no programa. Principal cotada para levar o prêmio de R$ 1,5 milhão, o desempenho de Juliette na Internet pode render ganhos bem maiores do que o prêmio do programa. De acordo com a agência Brunch, a maquiadora pode embolsar o equivalente ao valor do prêmio em apenas um mês como influenciadora digital.

Compartilhe nas redes sociais:

Leia mais

istockphoto-168614830-612x612
líderes-g20
conta-de-luz-fdr-19
1_20191217_04476-7097462
20240411_083923
1_elon_musk_e_alexandre_de_moraes-36035485
Ao-apresentar-um-ou-mais-sintomas-da-Dengue-e-imprescindivel-que-a-pessoa-procure-um-servico-de-saude-para-diagnostico-e-tratamento-adequado
buzu-obitos-1-1
stf-foto-divulgacao
01HV4N7Y4VV8557B82P3QDS2QT
download
incendio-Amazonia1