O Povo News

Governo do Estado lança Mais Estudo 2023 com 50% a mais nas bolsas e R$ 54,6 milhões de investimento

O Governo do Estado, por meio da Secretaria da Educação (SEC), publicou no Diário Oficial (DO), desta terça-feira (16), o edital referente aos critérios e procedimentos para o processo seletivo de estudantes do Ensino Fundamental (8º e do 9º ano), do Ensino Médio e da Educação Profissional da rede estadual de ensino, para atuarem como monitores na edição 2023 do Programa Mais Estudo. Uma das novidades é que o valor da bolsa passou de R$ 100 para R$ 150, a receber mensalmente durante a vigência do programa. Para este ano, estima-se que serão destinados R$ 54,6 milhões de recursos próprios do Estado para o Mais Estudo.

São 52 mil vagas disponíveis para os estudantes que queiram atuar prioritariamente nas monitorias dos componentes curriculares de Língua Portuguesa e Matemática. “Este programa é extraordinário. Essencialmente, o Mais Estudo fortalece os processos formativos dos nossos estudantes ao potencializar o desempenho e a recomposição da aprendizagem. Tanto aquele que é monitor, quanto quem recebe a monitoria aprendem juntos”, avaliou a secretária da Educação do Estado, Adélia Pinheiro.

As vagas estão distribuídas entre os 27 Núcleos Territoriais de Educação (NTE) e as mais de 1.700 unidades escolares (sedes e anexos). A seleção dos alunos se dará de 17 a 29 de maio, e a divulgação do resultado, por meio da unidade escolar, se dará no dia 29 de maio. De acordo com o cronograma, o período de recursos será entre os dias 30 e 31 de maio. A aula inaugural do programa está agendada para 2 de junho.

Além da atualização do aumento do valor da bolsa, assegurada pela Lei nº 14.306/2021, outra novidade para a etapa 2023 é a programação de 20 horas/semanal para o professor-orientador, contemplando planejamento; orientações pedagógicas; acompanhamento, validação e avaliação das atividades; e retorno de dados e informações solicitadas pela unidade escolar, SEC e NTE. Os educadores responsáveis pela orientação dos monitores também receberão certificado. Ainda dentro das inovações, haverá entrega do diário de bordo impresso e curso de Educação à Distância (EAD) no Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) para os monitores e líderes de classe com temas como “Monitoria – sou monitor e agora?” e “Inclusão – não basta estar na mesma sala”.

Para participar do programa, as unidades escolares deverão acessar o Sistema de Gestão do Mais Estudo no Portal da Educação  (www.educacaobahia.com.br), seguindo as instruções.

Os estudantes candidatos à monitoria precisam seguir alguns critérios, como estarem matriculados no ano de 2023; possuírem Cadastro de Pessoal Física (CPF); e terem obtido aproveitamento no componente curricular para o qual pleiteiam a monitoria com média igual ou superior a 8,0 (oito) no ano anterior.

Sobre o Mais Estudo – Ação estratégica pensada e desenhada pelo governo estadual, por meio da SEC, para estimular as aprendizagens e a participação dos estudantes como atores e autores, em conjunto com os professores, a gestão e a comunidade escolar, em busca da melhoria educacional. O Mais Estudo alcançou, em suas quatro edições (2019-2022), todos os 417 municípios baianos, beneficiando as comunidades de mais de 1.400 unidades escolares (sedes e anexos). O investimento, que assegura o repasse de valores para as bolsas-auxílio aos estudantes monitores, é realizado pelo Fundo de Combate à Pobreza (FUNCEP) e por recursos próprios da SEC. Após instituída, a Lei nº 14.306, de 12 de fevereiro de 2021, o Mais Estudo passou a ser um programa de Estado.

Fonte: Ascom/SEC

Compartilhe nas redes sociais:

Leia mais

Imagem do WhatsApp de 2024-07-19 à(s) 06.07
Imagem do WhatsApp de 2024-07-18 à(s) 07.34
OIF
2344er
agora3_33
download
FmxpEXGWQBYF6ba
1000386008-300x200
R
governador-jeronimo-divulgacao-GOVBA-1000x530-1-e1705379913161-1728x800_c
Imagem do WhatsApp de 2024-07-17 à(s) 11.46
R