O Povo News

Com madrugada violenta, Salvador registra vários pontos de tiroteios intensos e moradores assustados

Uma matéria do G1, veiculada  na manhã de hoje (20), avalia que  a madrugada desta sexta-feira (20) foi violenta em vários pontos das periferias de Salvador. A matéria descreve que os Bairros como Jardim Santo Inácio e Alto de Coutos registraram trocas intensas de tiros entre membros de facções rivais.

Na região de Valéria e Nova Brasília de Valéria, apesar de não ter registros de tiroteios nesta madrugada, os moradores convivem com a tensão de conflitos armados desde a última sexta-feira (13). Na quinta (19), dois homens foram encontrados mortos em uma área de matagal.

De acordo com a polícia, os conflitos na capital se dão por disputas de territórios de tráfico de drogas. Na região de Valéria, por exemplo, o policiamento foi reforçado. O G1 entrou em contato com a Polícia Militar sobre os outros locais e aguarda detalhes.

O ex-capitão do Batalhão de Operações Policiais Especiais do Rio de Janeiro, Paulo Storani, explica como se dá a ocupação e disputa de territórios pelos traficantes de drogas.

“O tráfico de entorpecentes, por uma ausência de uma política nacional de segurança pública, se vale desse mercado vantajoso, que acaba financiando o próprio crime e também os criminosos depois de presos, quando entram no sistema carcerário. Ele se vale também da ocupação de territórios com vantagens estratégicas. Estratégias para implantar o tráfico e dominar o território e ali viram grandes centros de distribuição, recepção e venda de drogas.

Para Storani, a Bahia vive o fenômeno do crescimento de facções criminosas, que estão cada vez mais organizadas no Brasil.

clique aqui e veja o vídeo

“Na minha opinião, a legislação brasileira e a execução penal são muito condescendentes, quase que permissivas com o crime. Nós estamos vendo, no caso da Bahia, especificamente – mas esse é um fenômeno nacional – o crescimento absurdo das facções criminosas que se organizam para as suas atividades e levam um problema muito maior para o poder público. E acaba a polícia tendo que enfrentar algo que está além da sua capacidade, muitas das vezes”.

Nesta região, a intensificação dos conflitos por território de tráfico começou na madrugada última sexta-feira (13). Na manhã do mesmo dia, o transporte coletivo regular foi suspenso em Nova Brasília de Valéria, porque os rodoviários alegaram insegurança para trafegar no bairro.

Os ônibus chegaram a circular na localidade novamente em na segunda-feira, depois que a PM reforçou o efetivo no bairro. No entanto. os coletivos pararam de circular novamente na quarta (18), por causa de novos conflitos.

Sem os coletivos regulares, os moradores precisam caminhar do final de linha de Nova Brasília de Valéria até a via principal de Valéria. Uma andada de cerca de 30 km. Veículos do sistema de transporte complementar (Stec) têm ido ao bairro, mas não atendem a demanda completa dos moradores.

Em ambos os bairros, ao menos três escolas públicas – que estão em regime semipresencial – pararam de funcionar por causa da insegurança. Ainda não há previsão de quando as aulas nas unidades serão retomadas.

Alto de Coutos

 

Moradores de Alto de Coutos relatam madrugada violenta em Salvador — Foto: Rildo de Jesus/TV Bahia

Moradores de Alto de Coutos relatam madrugada violenta em Salvador — Foto: Rildo de Jesus/TV Bahia

Na região do Subúrbio Ferroviário, Alto de Coutos também tem registrado trocas de tiros entre facções. Na última sexta-feira (13), assim como em Nova Brasília de Valéria, os ônibus também pararam de circular.

Por causa da insegurança, os coletivos iam até a entrada do bairro. No entanto, o serviço foi normalizado no local ainda na manhã do dia 13. Nesta sexta (20), os coletivos circulam normalmente em Alto de Coutos.

De acordo com os relatos de moradores, os tiros desta madrugada aconteceram na Rua da Caixa D’água, que fica próxima à via principal do bairro. Carros que estavam estacionados na rua foram atingidos pelos disparos. A PM esteve no local para fazer rondas, mas ninguém foi preso.

Jardim Santo Inácio

 

Tiroteio assusta moradores e carreta é incendiada no bairro Jardim Santo Inácio, em Salvador — Foto: Reprodução/TV Bahia

Tiroteio assusta moradores e carreta é incendiada no bairro Jardim Santo Inácio, em Salvador — Foto: Reprodução/TV Bahia

Na madrugada desta sexta (20), o Jardim Santo Inácio foi o bairro que teve a ação mais violenta. Uma carreta chegou a ser incendiada próximo ao fim de linha do bairro. Apesar do tiroteio, ainda não há registro de feridos na localidade.

Além da carreta incendiada, vários veículos foram alvos dos disparos, entre eles uma van de transporte escolar. Em um dos pontos do bairro, mais de 50 cápsulas de munição de grosso calibre foram encontradas.

Diversos imóveis, residenciais e comerciais também foram atingidos pelos tiros. Um rasto de estilhaços de vidros também foi deixado, de janelas atingidas pelos tiros. Por medo de represálias, os moradores preferiram não conversar sobre a situação, mas registraram em vídeo a situação.

Compartilhe nas redes sociais:

Leia mais

images
b33d8f26-0b34-4512-9d7e-99b9e7aee276
65e3a5_2ced6cd12d7643d590013cb57d0042ae~mv2
Imagem do WhatsApp de 2024-07-22 à(s) 12.04
c78cc73a-4678-4077-981b-43ac47814362
risco-de-tempo-severo-no-sudeste-e-centro-oeste-muito-calor-e-chegada-de-uma-frente-fria-deixa-alertas-de-tempestades-1698101379794_1280
Screenshot_20240720-192427-420-644x381
Capturar
Imagem do WhatsApp de 2024-07-20 à(s) 16.57
240326_ExportaçãoManga_Marcelino_Ribeiro_mangas
loteamento
capa convite