O Povo News

Calor acima da média e carnaval com chuva: veja a previsão para o mês de fevereiro

Fevereiro começa nesta quinta-feira (1) com previsão de altas temperaturas e chuva acima da média ao longo do mês. De acordo com os meteorologistas, o carnaval também deve ter tempo instável, com chuva em boa parte do país.

O Brasil ainda está sob forte influência do El Niño , fenômeno caracterizado pelo aquecimento das águas do Oceano Pacífico. Quando esse evento climático está atuando, o calor fica ainda mais acentuado no verão. A expectativa é que ele comece a perder força ao longo do mês.

Segundo Andrea Ramos, meteorologista do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), somente o Norte e os estados de Mato Grosso e Goiás devem ter chuva abaixo da média. Nas demais regiões, a tendência é de volumes acima da média no segundo mês do ano.

No Sudeste, de acordo com a Climatempo, pancadas de chuvas devem provocar transtornos na Grande São Paulo, no Rio de Janeiro e na Grande Belo Horizonte.

Carnaval com chuva

Como o previsto para boa parte do mês, o carnaval pode ter períodos de chuva em quase todas as regiões. A meteorologista Andrea Ramos destaca que a chuvas mais intensas devem ficar concentradas no centro-norte do país.

A porta-voz da Climatempo, Maria Clara Sassaki, pontua que a previsão é de tempo instável para a próxima semana, o que deve se estender até o carnaval.

“Ainda é cedo para dizer que essa chuva vai estragar o carnaval, mas dá para adiantar que não será um período ensolarado”, prevê a meteorologista.

Já neste fim de semana de pré-carnaval, dias 3 e 4 de fevereiro, a chuva deve cair sob boa parte do Brasil. Apenas as regiões Sul e Nordeste não devem ter pancadas.

No carnaval no Sudeste, os foliões encontrarão tempo abafado, muita variação de nebulosidade e chuvas frequentes.

No Sul, o sol predomina na maior parte da região, que terá chuvas isoladas. As chuvas vão apertar mais, com alerta de temporais, no norte do Paraná.

Já no Nordeste, há chance de pancadas fortes de chuva e risco de temporais em Salvador. Em Fortaleza, o tempo fica abafado, com chuvas frequentes, mas passageiras. Recife fica muito abafado também, mas com muita nebulosidade.

No Norte, as temperaturas ficam elevadas, com possibilidade de chuvas isoladas no Pará, leste do Amazonas e norte de Tocantins.

Fevereiro com temperaturas acima da média

Além dos temporais que devem atingir o país ao longo do mês, as temperaturas devem ficar acima da médica para o período. O Inmet destaca que os termômetros devem registrar marcas elevadas em todas as regiões, com temperaturas cima 25ºC.

Como foi frequente no segundo semestre de 2023, há a possibilidade de novas ondas de calor em fevereiro, em especial em áreas do Sul, Mato Grosso do Sul e oeste de São Paulo.

Região Sudeste

Calor: O mês será de calor principalmente no interior de São Paulo e no extremo leste da região, que pega Espírito Santo, Rio de Janeiro e leste de Minas. As temperaturas devem ficar acima da média nestas áreas, com picos acima de 33ºC em São Paulo e acima de 38ºC no Rio.

É esperado muito calor para toda a faixa litorânea, incluindo a Baixada Santista, o litoral norte paulista, a Costa Verde e o Grande Rio.

Chuva: A previsão é de muita chuva no litoral de São Paulo e do Rio ao longo do mês. O estado de São Paulo em geral e o Triângulo Mineiro terão chuvas típicas de verão na maior parte do mês em razão dos dias quentes e abafados.

Na Grande São Paulo, pancadas de chuvas podem causas transtornos à população, principalmente nos horários de pico no fim do dia.

Os grandes volumes de chuva esperados podem elevar os níveis dos rios na região, com alerta especial para o rio Doce, que banha os estados de Minas Gerais e Espírito Santo.

Região Nordeste

Calor: O tempo fica abafado e as temperaturas sobem acima da média em grande parte da região. Os dias de calorão ficam menos frequentes no interior da Bahia, Pernambuco e Piauí.

As noites e madrugadas ficam mais quentes no litoral que vai de Salvador até São Luís. Recife, Salvador, Maceió e Aracaju podem registrar muito calor para os padrões da região.

Chuva: Os volumes de chuva ficam acima da média na Bahia, principalmente no interior do estado, e há risco de temporais em Salvador. O litoral de AL e RN também tem aumento de chuva. O volume também será maior do que a média no sul do PI e do MA.

Região Norte

Calor: O tempo fica abafado, com temperaturas acima da média, principalmente no Amazonas, no oeste do Pará e em Roraima. Com exceção de RR, os extremos de calor serão atenuados pela umidade alta.

Chuva: As chuvas aumentam em grande parte da região, mas os volumes devem ficar abaixo da média. A influência de corredores de umidade, porém, deve deixar os volumes um pouco acima da média no extremo oeste do AM, sudeste do PA e em grande parte do TO.

Rios: Os níveis do rio Amazonas e do rio Negro, que sofreram no ano passado com seca extrema, seguem recuperando seu nível.

Região Centro-Oeste

Calor: As temperaturas ficam altas acima da média em todo o Mato Grosso e o Mato Grosso do Sul, principalmente no norte e oeste da região. No Distrito Federal e Goiás, o tempo fica abafado, com os termômetros só um pouco acima da média.

Chuva: A chuva deve ficar acima da média em grande parte da região. A previsão é de pancadas de chuvas frequentes e diárias em Goiânia e Brasília. Na segunda quinzena do mês, há chance de ter um frio fora de época no DF, GO e norte/leste do MT.

Carnaval: Goiânia, Brasília e Cuiabá terão condições típicas de verão, com muita nebulosidade, tempo abafado e pancadas de chuva especialmente à tarde. Campo Grande deve ter chuvas mais pontuais.

Região Sul

Calor: O tempo fica muito abafado, especialmente no Rio Grande do Sul e no oeste do Paraná. Há chance de ter onda de calor a partir do dia 3 de fevereiro nas regiões que fazem fronteira com a Argentina e o Paraguai em razão da chegada de massas de ar quente vindas desses países.

Chuva: O calor e a umidade devem provocar pancadas de chuva localizadas, mas com risco de temporais. Pode ser que o volume de chuvas fique abaixo da média, mas o litoral de SC e do PR podem ter volumes altos principalmente na primeira quinzena. No RS, há risco de temporais entre os dias 10 e 12 de fevereiro.

 

Compartilhe nas redes sociais:

Leia mais

Nova Viçosa
20240229_101412
20240229_124054
ameacando-parlamentares-780x470
INFOCHPDPICT000073512255
Jeronimo_Rodrigues_Revista_Nova_Bahia
20240228_091611
rs42268_gp0stts2p_pressmedia-lpr
1_celia_e_sonia-35216099
mendonca
Lula-PPA-19-04-23-848x477
LPG_Bahia_27-09-23