O Povo News

Verão Costa a Costa supera meta de atletas inscritos e movimenta Arraial D'Ajuda

Mais de mil atletas já participaram das duas primeiras edições do projeto Verão Costa a Costa II: a primeira em Prado, realizada em janeiro, e a segunda no último fim de semana, em Arraial D’Ajuda, distrito de Porto Seguro. O número de participantes superou a meta inicial de 980 atletas prevista para todas as seis edições do evento em 2024.

O projeto está percorrendo a costa do litoral baiano, desde a Costa das Baleias, passando pela do Descobrimento, do Dendê até a Costa dos Coqueiros. Com o objetivo de incentivar a prática esportiva e levar entretenimento aos municípios do litoral baiano, o projeto oferece competições nas modalidades de beach soccer, futvôlei, beach tennis e vôlei de praia, clínicas esportivas e escolinhas abertas ao público, práticas de tirolesa, arvorismo e escalada, além de Espaço Kids com brincadeiras para a criançada, com a presença de monitores especializados. Em Arraial D’Ajuda, ainda foram oferecidas escolinhas de skate e futmesa.

Duzentas pessoas, entre atletas e amadores, participaram de um treinão de incentivo à prática da corrida, no sábado (3), percorrendo distâncias de três e seis quilômetros. Para alguns atletas já praticantes do esporte, serviu de preparação para a Maratona do Descobrimento.

Até o titular da Setre, Davidson Magalhães, resolveu participar. “A gente tem que dar exemplo. O Verão Costa a Costa tem esse propósito de estimular a prática esportiva, mas não só, é um evento que reúne esporte, cultura, lazer e, também, a geração de emprego e renda”, disse.

 

Feira da Economia Solidária

Como parte da programação, a Feira da Economia Solidária reúne 25 expositores, entre avulsos e principalmente empreendedores que fazem parte dos Centros Públicos de Economia Solidária (Cesol), coordenados pela Setre. A pasta tem a responsabilidade de desenvolver essa política pública, baseada no cooperativismo.

A artesã Bruna Lemos, residente em Eunápolis, trabalha com peças em macramê. Para ela a feira é uma oportunidade de divulgar o trabalho e aumentar as vendas.

Jineuza Pires faz crochê e vende suas peças nas lojas e praias da Costa do Descobrimento. Há dois anos, passou a fazer parte do Cesol Litoral Sul e passou a vender, também, nas feiras da economia solidária. Ela ressalta que, sem apoio do Cesol, os artesãos e empreendedores não teriam condições de conseguir uma estrutura semelhante à oferecida nas feiras.

 

Próxima parada

A edição de Arraial D’Ajuda terminou no domingo (4), com as finais das competições nas quatro modalidades esportivas previstas. A próxima parada do Verão Costa a Costa será em Olivença, em Ilhéus, de 29 de fevereiro a 3 de março. Depois, o projeto passa pela Costa do Dendê (Valença), Costa dos Coqueiros (Camaçari) e Salvador.

 

Fonte e foto: Ascom/Setre

Compartilhe nas redes sociais:

Leia mais

lula-e-lira
1_g20-35126769
bolsonaro-1
Deam Porto Seguro
IMAGEM_NOTICIA_1
nova-carteira-de-identidade-20191014-1133710293
doleira_nelma_kodama
Cristiano-Zanin-
DHFSHDSH
20240220_091958
Site-Sebrae-Redesoft
csm_crianca_desaparecida_pixabay_8a9c0285ea