O Povo News

Polícia Civil prende irmãos acusados de latrocínio em Itamaraju por força de mandado de prisão: Outros acusados já foram identificados

Itamaraju: A Polícia Civil cumpriu na manhã desta segunda-feira, 09 de janeiro, por volta das 09h00, na Rua 01, no Residencial Vista Bela, na cidade de Itamaraju, um mandado de prisão preventiva. A ação foi realizada pelos Investigadores da Polícia Civil de Itamaraju em desfavor dos irmãos, Matheus de Souza dos Santos, de 27 anos, vulgo “Mamute” e Thiago de Souza dos Santos, de 31 anos, vulgo “Thiago Galego”.

A dupla é acusada do latrocínio de Mário Santana dos Santos, vulgo “Mário da Pimenta”, fato ocorrido no dia 05 de setembro de 2019 em frente ao estabelecimento Agroteresense no Centro de Itamaraju. “Mario da Pimenta” trabalhava com compra e venda de pimenta e era muito conhecido na região.

“Mario da Pimenta” estava saindo da empresa após entrar e ligar seu veículo Fiat Strada, que estava estacionado em frente, dois indivíduos em uma motocicleta pararam ao lado, momento em que o carona desceu e foi até a porta do motorista com uma arma de fogo, efetuando disparos que levaram a vítima a óbito.

Testemunhas confirmaram que visualizaram o autor dos disparos tentar retirar uma bolsa das mãos da vítima e esta se recusava a entregar. Posteriormente, verificou-se que “Mario da Pimenta” estava na posse de determinado valor em espécie, fato que demonstra tratar-se de latrocínio consumado.

Por meio de câmeras de segurança, o setor de investigação logrou êxito em identificar um terceiro indivíduo que participou da ação, tendo acompanhado “Mario da Pimenta”, informando aos demais autores. Durante as investigações foram identificados o total de cinco envolvidos na ação criminosa.

Em síntese, as investigações indicam que “Mamute” realizou campana e, tão logo avistou a vítima saindo do local onde estava, realizou ligação para um comparsa, este que foi morto em confronto com a polícia em 2019. Este comparsa teria conduziu a motocicleta em que “Galego” se encontrava no carona e este (Galego) efetuou os disparos que levou o “Mario da Pimenta” a óbito.

As investigações já chegaram a identidade do mandante da empreitada criminosa, o qual se encontrava preso no Conjunto Penal de Teixeira de Freitas na data do fato e manteve contato telefônico com os demais envolvidos, determinando a ação.

Este detento atualmente se encontra preso no Estado do Rio de Janeiro. Os irmãos presos serão encaminhados ao Conjunto Penal de Teixeira de Freitas, onde ficarão à disposição da justiça. Os envolvidos foram indiciados por latrocínio consumado, haja vista que as investigações apontam que o objetivo era subtrair dinheiro em espécie, que estava na posse da vítima. O inquérito será remetido à justiça, tão logo seja concluído.

Fonte: LN

Compartilhe nas redes sociais:

Leia mais

Ao-apresentar-um-ou-mais-sintomas-da-Dengue-e-imprescindivel-que-a-pessoa-procure-um-servico-de-saude-para-diagnostico-e-tratamento-adequado
buzu-obitos-1-1
stf-foto-divulgacao
01HV4N7Y4VV8557B82P3QDS2QT
download
incendio-Amazonia1
dengue
Lula
SergioMoro-Podemos-Filiacao-Candidatura-Presidente-AlvoaroDias-RenataAbreu-39-scaled-1-848x477-1
1664292344633315f8bf64b_1664292344_3x2_md
20240409_102426
Carros-transito