O Povo News

Dia do Inventor 4 de novembro

O que seria da vida das pessoas atualmente sem os inventos de Thomas Edison, Alexander Grahan Bell, Santos Dummont, entre outros inventores que, utilizando muita criatividade, imaginação e dedicando muito de seu tempo, trouxeram benefícios eternos para a sociedade?

Seu mérito é inegável e a necessidade de prestígio também. Assim como eles, milhares de pessoas continuam inventando diversos produtos, alguns com o simples cunho de divertimento e outros bastante sérios e úteis para o nosso dia-dia.

Dia 4 de novembro é o Dia Nacional do Inventor e momento apropriado para conhecer idéias interessantes que podem revolucionar nossas vidas.

O Museu Nacional das Invenções, em SP, reúne diversos projetos que foram colocados em prática e merecem o prestígio da comunidade.

O dia serve para que possamos lembrar dos inventores esquecidos, os grandes inventores que melhoraram nossa vida, e as pessoas que usam suas próprias idéias para mudar as coisas para melhor.

Tem gente que gosta mesmo de inventar e é tanta gente que o mundo fica cheio de invenções.

Das mais malucas como um sapato que aquece o pé até um simples abridor de latas ou uma lâmpada. É… Olhando assim parece simples né? Mas não foi não. Tudo que existe no mundo um dia foi criado por alguém que gostava de inventar.

Esse é um dia para relembrar os grandes inventores existente no mundo. No Brasil, como não citar Santos Dumont, responsável por inventar o avião. A data foi idealizada pelo inventor alemão Gerhard Muthenthaler, com o objetivo de incentivar as pessoas a terem mais ideias para um mundo melhor.

Desde a formação da terra, o homem vem se superando com melhorias para o seu dia a dia e da sociedade. Primeiro veio o fogo, depois a roda, a linguagem escrita, falada e ano após ano uma evolução após outra. Um grande marco foi a Revolução Industrial, quando James Watt inventou a máquina a vapor em 1780.

Invenção e descoberta são palavras com significados diferentes. A descoberta é algo casual, que acontece sem querer, independente de nossa vontade. Os homens da caverna descobriram o fogo, provavelmente quando um raio caiu durante uma tempestade, ateando fogo a uma floresta. Logo aprendeu a replicá-lo com o uso de pedras e varetas. Já a invenção é intencional. O inventor detecta um problema e tenta solucioná-lo. Voltando aos homens das cavernas, percebendo a necessidade de carregar objetos pesados por terrenos difíceis, inventaram a roda. Assim fariam menos força para transportar o que quer que fosse.

Tendo isso em mente, o papel do inventor é criar objetos, procedimentos, tecnologias ou serviços que facilitem nossa vida, ou melhorar objetos, procedimentos, tecnologias ou serviços que já existem e que poderiam ser mais simples e mais funcionais. Portanto, o papel do inventor é composto de inspiração para se perceber no que trabalhar e transpiração para, através da experimentação, testes e modelos, chegar ao resultado satisfatório, solucionando o problema inicial.

Compartilhe nas redes sociais:

Leia mais

Processo contra deputados
BF-770x535
ibametro-teste-balanca-rodovia-baiana
Demarcação terra indigena
RuiCosta-03abr204
Acao MPF
Bicho preguiça resgatado
post-1713389641
6d4f41e9-3db8-4519-87ea-83693d3cd5e6
idosos-beneficios-carteira-do-idoso-cadastro-unico-cadunico
mor
senado