Adicione o texto do seu título aqui

Cabo da PM de Prado é atacado por homem armado com faca: Militar precisou atirar para resguardar sua vida e do filho no colo

Compartilhe:

Teixeira de Freitas: Compareceu na Delegacia Territorial de Teixeira de Freitas, um Cabo da Polícia Militar, lotado na CIPE Mata Atlântica (CAEMA), relatando em Boletim de Ocorrência, que na manhã de sábado, 03 de dezembro, por volta das 10h15, saiu com seu filho de 02 anos e 07 meses no colo para tomar caldo de cana na Feira Livre, na cidade de Prado, quando sofreu o ataque de um homem armado com uma faca.

Segundo o Militar, ele se sentiu constrangido por uma ação perigosa de um indivíduo, que estava doido, transtornado, agredindo populares, momento em que ele foi reconhecido como policial militar pelo agressor e a situação ficou pior. “O suspeito furioso veio em minha direção, portando uma arma  branca, tipo faca. Eu estava com meu filho no colo, temi pela vida dele e a minha, e atirei por 08 (oito) vezes, não 13 (treze) como alguém noticiou, sem nenhuma credibilidade”, explicou o Militar.

“Foram 04 (quatro) disparos no chão, para  tentar fazer com que o suspeito jogasse a faca ao chão. Não tive desavenças com o homem furioso. Como ele não jogou a faca no chão, atirei na perna. Mesmo com o tiro na perna, ele continuou vindo em minha direção com a faca em punho. Aí eu precisei atirar no tórax. Se eu tivesse efetuado 13 (treze) disparos, ele não estaria vivo”, acrescentou.

O Cabo da PM da CAEMA conversou com a Reportagem do Liberdade News e disse que teve um forte estiramento na perna, quando ele correu até o portão da sua casa. “Chamei o socorro e uma viatura, na sequência, vei em apoio. O suspeito é ex-presidiário e já havia sido preso por tentativa de homicídio, contra a vida de um rapaz em uma floricultura.

Uma senhora, que estava no local presenciou o ocorrido e relatou que nunca tinha visto alguém atirando perto dela. “Nunca vi, eu fiquei com medo de ver aquele homem com uma faca em cima do policial. Aí fiquei desesperada. Fiquei mesmo, me deu uma tremura, fiquei da cor de um papel. Se você (policial) não tivesse ali, ele seria capaz de furar todo mundo que estava no local. Parece que estou até agora vendo o cara em cima de você”, disse a senhora.

O suspeito alvejado foi transferido para o Hospital Municipal de Teixeira de Freitas (HMTF), onde passou por cirurgia. Seu estado de saúde é estável.

Fonte: LN

Compartilhe:

Leia mais

políticas-públicas-de-assistência-social-780x470
silvicultura1
20231206_111344
Capturar
594d15ae1ea74802b738a6173385a19f__2355747_EPP_0512_JR_TEMPESTADE_UBERLANDIA_thumb
20231129_101732
20231205_120459
terracos-Ouro-Verde-1
download
Acessibilidade_nas_escolas-1
10f11b0e-057b-4e7f-81ba-dfa10f2b717c
i

Rede Sul Bahia de Comunicação - 2023 ©. Todos os direitos reservados

Rede Sul Bahia de Comunicação - 2023
© Todos os direitos reservados