O Povo News

30 de novembro: Dia do Teólogo

Etimologicamente, Teologia é a junção de dois termos gregos: Theós + logia = Deus + estudo. No caso da palavra grega logia, seu significado expressa “saber”, “ciência”. E Théos significa Deus. Portanto, etimologicamente, Teologia é “um discurso, um saber, uma palavra, uma ciência de/ou sobre Deus”. Ou seja, Teologia é expressar através da palavra o conceito que se faz do Deus vivo no pensamento humano. Um curso de Teologia desperta nos futuros teólogos e teólogas uma vida espiritual integral de comprometimento com o saber bíblico-teológico para servirem à evangelização, à pastoral, à pesquisa e ao diálogo da Igreja com a sociedade, nos diferentes aspectos: biossociais, político-econômicos, éticos, multiculturais, científicos e educacionais, propondo caminhos de diálogos para a transformação da sociedade pós-moderna. Em casos vocacionais, serve como preparação para o ministério pastoral e capacitação missionária.

Qual a importância da Teologia no mundo?

A Teologia tem contribuído de forma decisiva na formação e capacitação de pessoas para o desenvolvimento de atividades relacionadas aos serviços religiosos, sociais e humanitários.

A história social revela a forte disposição do ser humano pela busca de respostas de natureza espiritual; o que indica que a busca pelo Sagrado se faz presente, de forma marcante e isso pode ser percebido nas mais diversas manifestações de grupos humanos na cultura contemporânea.

Nesse contexto, a Teologia se propõe discutir, em diferentes níveis educacionais para a compreensão do ser humano, não apenas na relação com o Sagrado, mas também nos modos pelos quais as representações de Sagrado interferem nos vínculos interpessoais, na construção de projetos de vida e na relação do ser humano com os acontecimentos mais significativos do cotidiano.

O profissional desta área tem uma gama de oportunidade, como:

  • Liderança eclesiástica e ministerial (igrejas, pastorais e ministérios);
  • Agências missionárias e/ou humanitárias;
  • Capelania hospitalar, empresarial, escolar, militar, prisional, esportiva e em plataformas marítimas;
  • Docência no Ensino Teológico e áreas afins das humanidades;
  • Promotores de políticas públicas;
  • Editoras, na produção de revistas e livros voltados para a religião;
  • Atividades em ONGs de atendimentos religiosos, sociais e humanitários;
  • Desenvolvimento de pesquisas nas áreas de Teologia, Ciências das Religiões e afins.

A distinção entre Ciência da Religião e Teologia não está no objeto de estudo, mas na maneira de abordá-lo. Resumidamente, concluímos que os teólogos são religiosos especialistas, enquanto os cientistas da religião são especialistas em religião e em fenômenos religiosos.

A teóloga e o teólogo precisam ter: a fé-palavra, a fé-experiência e a fé-prática, pois a Teologia se faz em função da fé que se tem no sagrado, dentro da tradição cristã, ou mesmo no objetivo de tentar alcançá-la. Já as Ciências da Religião pesquisam comparativamente as tradições religiosas e suas formas de expressar o ser divino.

Compartilhe nas redes sociais:

Leia mais

lula-e-lira
1_g20-35126769
bolsonaro-1
Deam Porto Seguro
IMAGEM_NOTICIA_1
nova-carteira-de-identidade-20191014-1133710293
doleira_nelma_kodama
Cristiano-Zanin-
DHFSHDSH
20240220_091958
Site-Sebrae-Redesoft
csm_crianca_desaparecida_pixabay_8a9c0285ea