O Povo News

24 de maio: dia do Milho, Café, Infantaria, Digitador

MILHO

Nesta sexta-feira, dia 24 de maio, é comemorado o “Dia Nacional do Milho”, data criada com o objetivo de estimular e apoiar a produção deste cereal tão presente na vida dos brasileiros. De fato, muitas vezes nem nos damos conta, mas o milho é um produto que está presente na maior parte dos alimentos que consumimos e de produtos que utilizamos no dia-a-dia.

As mais conhecidas apresentações do milho são familiares a todos nós: pamonhas, bolos, broas, canjica, doces, pipoca, milho verde e outros produtos consumidos sob forma direta. O milho, entretanto, é o principal insumo na criação de aves, suínos, bovinos e peixes. “O milho está para a agricultura assim como o aço está para a indústria”, compara Nelson Kowalski, presidente da Associação Brasileira da Indústria do Milho (Abimilho), entidade que representa as indústrias de processamento do milho.

CAFÉ

No Brasil, o Dia do Café relembra o início das grandes plantações cafeeiras no país, responsáveis por representar um importante período histórico para o desenvolvimento da economia e sociedade brasileira.

De acordo com dados da ABIC, aproximadamente 9 em cada 10 brasileiros com mais de 15 anos consomem café. Seja ele carioca, cappuchino, expresso ou americano… O café é sem dúvidas um “queridinho” no país.

Curiosidades sobre o café

  • Quando consumido com moderação, o café pode ser um importante aliado para aumentar os níveis de concentração;
  • O café é a segunda bebida mais consumida no mundo (em primeiro lugar está a água);
  • A cafeína (nas doses certas) ajuda a evitar a depressão e o mau humor;
  • A borra de café pode ser usada como adubo para plantas;
  • Acredita-se que o café surgiu por volta do século IX, na Etiópia.

INFANTARIA

A Infantaria tem como característica essencial a aptidão para combater a pé, em todos os tipos de terreno e sob quaisquer condições meteorológicas, podendo utilizar variados meios de transporte.

Uma de suas missões é conquistar e manter o terreno, aproveitando a capacidade do infante de progredir em pequenas frações, difíceis de serem detectadas em todos os tipos de terreno. Isso permite que ele se aproxime do inimigo para travar o combate corpo-a-corpo.

A Infantaria poderá ter especializações das mais diversas: motorizada, blindada, Paraquedista, leve, de selva, de caatinga, de montanha, de guardas e de polícia.

DIGITADOR

Um funcionário responsável pela digitação de dados é um membro da equipe contratado para inserir ou atualizar dados em um sistema de computador. Dados são freqüentemente inseridos em um computador a partir de documentos em papel usando um teclado. Os teclados usados ​​muitas vezes podem ter teclas especiais e cores múltiplas para ajudar na tarefa e agilizar o trabalho. A ergonomia adequada na estação de trabalho é um tópico comum considerado.

O funcionário de entrada de dados também pode usar um mouse, e um scanner alimentado manualmente pode estar envolvido.

Velocidade e precisão, não necessariamente nessa ordem, são as principais medidas do trabalho

A invenção do processamento de dados com cartões perfurados na década de 1890 criou uma demanda para que muitos trabalhadores, geralmente mulheres, operassem máquinas perfuradoras. Para garantir a precisão, os dados geralmente eram inseridos duas vezes; na segunda vez, um dispositivo de digitação diferente, conhecido como verificador (como o IBM 056), foi usado.

Na década de 1970, a entrada de dados em cartões perfurados foi gradualmente substituída pelo uso de terminais de exibição de vídeo

 

Compartilhe nas redes sociais:

Leia mais

Ao-apresentar-um-ou-mais-sintomas-da-Dengue-e-imprescindivel-que-a-pessoa-procure-um-servico-de-saude-para-diagnostico-e-tratamento-adequado
buzu-obitos-1-1
stf-foto-divulgacao
01HV4N7Y4VV8557B82P3QDS2QT
download
incendio-Amazonia1
dengue
Lula
SergioMoro-Podemos-Filiacao-Candidatura-Presidente-AlvoaroDias-RenataAbreu-39-scaled-1-848x477-1
1664292344633315f8bf64b_1664292344_3x2_md
20240409_102426
Carros-transito