O Povo News

08 de setembro dia Internacional da Alfabetização

O Dia Internacional da Alfabetização, que acontece em 8 de setembro, é uma data que busca destacar a importância da alfabetização nos contextos mais amplos da sociedade. Essa data foi criada pela Organização das Nações Unidas (ONU) em 26 de outubro de 1966, na 14ª sessão da Conferência Geral da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), sendo comemorada pela primeira vez no ano de 1967.

Mesmo que a alfabetização se baseie no aprendizado do alfabeto e sua utilização essencial para leitura e escrita, é importante compreender que ser alfabetizado vai muito além de conhecer letras e também números. A alfabetização reflete o contexto social, político e econômico de um país, permitindo diminuir as desigualdades sociais, a pobreza, além de estimular o crescimento populacional de forma consciente, com equilíbrio na natureza e paz entre todos os povos.

É importante dizer também que aumentar o número de escolas não significa uma verdadeira popularização da escola para todos e que todos aprenderão a ler e escrever. Isso pode ser observado no Brasil, pois ocorreu uma grande expansão de escolas, mas isso não significa que todas as nossas crianças estão alfabetizadas.

O Brasil, quando comparado com outros países, sempre está entre as piores colocações. Isso é avaliado por provas internacionais, e a última delas foi em 2015, que foi o Programa Internacional de Avaliação de Estudantes (PISA). Nessa avaliação, entre os 70 países que participaram, o Brasil ficou na posição 59º no aspecto relacionado à leitura.

Essa avaliação tem como objetivo analisar o desempenho, nas áreas de leitura, matemática e ciências, dos alunos de 15 anos de idade matriculados regularmente na educação básica. Na avaliação nacional realizada entre os 27 estados de nossa federação, 9 obtiveram nota abaixo de 404 pontos. A pontuação máxima é de 500 pontos.

Buscando mudar essa situação nos últimos 40 anos, a vida educacional brasileira tem passado por vários modismos metodológicos, em que vários métodos são incorporados para auxiliar a alfabetização. São alguns desses métodos:

  • Método alfabético ou soletração;
  • Método fonético;
  • Método global;
  • Método silábico.

Todavia, sabemos que mudar apenas o método não é suficiente para resolver o problema do Brasil. Para mudar realmente esse quadro, precisamos investir na educação para que os alunos consigam melhores resultados, buscando boas experiências pelo Brasil e ampliá-las. Para tentar melhorar esse contexto, o Brasil possui o Plano Nacional da Educação (PNE). Dentre suas metas, podemos destacar:

  • Alfabetizar todas as crianças até o 3º ano do Ensino Fundamental;
  • Elevar a taxa de alfabetização da população com 15 anos ou mais;
  • De alguma forma erradicar o analfabetismo total;
  • Reduzir pela metade o analfabetismo funcional.

Assim, diversos programas buscam erradicar o analfabetismo no Brasil.

Compartilhe nas redes sociais:

Leia mais

Imagem do WhatsApp de 2024-07-19 à(s) 06.07
Imagem do WhatsApp de 2024-07-18 à(s) 07.34
OIF
2344er
agora3_33
download
FmxpEXGWQBYF6ba
1000386008-300x200
R
governador-jeronimo-divulgacao-GOVBA-1000x530-1-e1705379913161-1728x800_c
Imagem do WhatsApp de 2024-07-17 à(s) 11.46
R