Quilombolas de Volta Miuda fazem confraternização em nome da negritude

Quilombo é o nome dado no Brasil aos locais de refúgio dos escravos fugidos de engenhos e fazendas durante o período colonial e imperial. Nesses locais, os escravos passavam a viver em liberdade, criando novas relações sociais. Muitos quilombos existiram no Brasil e centenas deles ainda existem, formando o que hoje é chamado de comunidades quilombolas.

No Extremo Sul da Bahia várias comunidades matem a tradição e fazem suas celebrações com muito orgulho e dedicação.

Em Caravelas, na comunidade de Volta Miuda a tradição continua mantida e todo ano se reúnem para dedicar-se a raça e seus ancestrais.

Nesse domingo, 17 de dezembro foi realizada a confraternização da comunidade Volta Miuda, com presença de membros que vieram de várias partes da região, tal como Nanuque, Alcobaça, Rio de Janeiro, Caravelas e outras comunidades próximas.

Célio Leocádio, presidente da Associação junto com outros membros foram persuasivos ao falar da tradição e alegria de encontrar membros que há muito tempo não se viam, assim como os mais velhos que começaram e tem seus nomes na Árvore Genealógica de cada família, de cada membro associado, de cada pessoa que faz parte da comunidade.

 

Compartilhe:

Deixe seu comentário


Veja mais


O POVO NEWS

Fale com a gente