Praça da Bíblia Beleza ou abrigo de índios e andarilhos?

Franedir Gois / OPovonews

 

O que no passado era tido como um cartão postal da cidade, atrações de nubentes após a cerimônia de casamento para fotos e lembranças de um dia histórico, agora é lugar onde abriga alguns indígenas e andarilhos que muitas vezes perturbam pessoas que vão sentar nos bancos da “estranha” Praça da Bíblia.

 

Índios colocam seus pertences nas árvores, crianças ficam despidas, ao relento, sem nenhuma roupinha para se aquecer. Os adultos ficam embriagados, perturbando e pedindo dinheiro aos comerciantes e pessoas que passam.

 

Há muita sujeira no entorno da Praça e ninguém consegue dar um atendimento digno os índios alocando-os em outro lugar, pois já houveram várias tentativas por parte do poder público e eles retornam à Praça da Bíblia.

 

A FUNAI não tem nenhum respeito com os indígenas que vem e que vão deixando seus habitat e vindo para a cidade para ficar embriagado e doente, principalmente as crianças que sofrem com a água que bebem, a comida que comem e o frio que as deixam fragilizadas por estarem dormindo noites e mais noites ao relento.

 

Quanto aos andarilhos, na sua maioria são pessoas que vem de fora e ficam localizados no centro da Praça e ali fazem coisas que atemorizam pessoas que por ali passam.

 

Compartilhe:

Deixe seu comentário


Veja mais


O POVO NEWS

Fale com a gente