Interno do CPTF é morto asfixiado por colega

 

Por volta das 06h de quinta-feira (09), o interno do Conjunto Penal de Teixeira de Freitas, identificado como Geová Gomes da Silva, 24 anos, foi encontrado morto por agentes penitenciários dentro da enfermaria do presídio.

De acordo com informações da polícia, a vítima foi encontrada desacordada em decúbito dorsal, com um pedaço de tecido amarrado no pescoço e com marcas de sangue na parede e no chão ao seu redor. Após o acionamento do SAMU pela administração daquela unidade prisional foi constatado o óbito. O acusado de ter cometido o crime, foi 14identificado como sendo João Carlos Amaral de Jesus, vulgo “Talinho”.

A polícia constatou que a cela da enfermaria do CPTF era utilizada por apenas dois presos com problemas psiquiátricos que não foram aceitos pelos internos de nenhum outro setor do CPTF.

O autor, João Carlos, foi preso no município de Caravelas no último dia  30 de outubro de 2017 em cumprimento a mandado de prisão preventiva por roubo. Já a vítima, estava preso desde o dia 24 de setembro de 2017, pela prática de homicídio qualificado na cidade de Jucuruçu-BA e dividiam a cela da enfermaria há alguns dias e não apresentaram qualquer problema anterior entre si.

A equipe da DT de Teixeira de Freitas e o Departamento de Polícia Técnica foram comunicados e compareceram ao local para o levantamento cadavérico.

No retorno do levantamento cadavérico, agentes penitenciários do CPTF já se encontravam na delegacia apresentando o autor do homicídio.

O corpo de Geová foi encaminhado para o IML de Teixeira de Freitas para ser necropsia.

 

Monique Evellin/Opovonews

Compartilhe:

Deixe seu comentário


Veja mais


O POVO NEWS

Fale com a gente